0

Como funciona a Cláusula de Rateio no Seguro Empresarial

Tendo em vista as constantes ameaças às empresas brasileiras, os donos e administradores de empresas têm se preocupado cada vez mais com os prejuízos que os negócios podem sofrer, caso sejam acometidos por infortúnios não escalados dentro do giro da empresa. Nesse cenário, os segurados devem prestar atenção à cláusula de rateio, que pode aparecer no seguro empresarial.

Contudo, mais uma vez é preciso atentar para muitas regras e se apropriar de conhecimento, antes de sair fazendo um “amontoado” de coberturas para o cliente, somente para dizer que ele tem uma apólice de seguros.

No seguro empresarial há uma condição que é de extrema atenção: a chamada cláusula de rateio nos seguros compreensivos empresariais/condominiais. Vamos entender melhor essa cláusula!

Valor em Risco no Seguro Empresarial

Antes de seguirmos para alguns conceitos, vamos entender a importância do Valor em Risco, pois todo seguro empresarial faz menção a esse valor. No entanto, há Risco Relativo nos seguros classificados. Essa informação é importante e precisa estar de acordo com o negócio do cliente.

Valor em Risco é o total de prejuízos que o segurado vem a sofrer caso algum infortúnio resuma seu negócio a zero. Ou seja, considera-se a edificação onde está alocada sua empresa mais o conteúdo dentro dela para que o negócio rode, chegando ao valor em risco a ser informado para o seguro. A contratação da básica pode até ser menor, mas o Valor em Risco precisa ser fidedigno à realidade para não haver prejuízos no sinistro.

Seguro Empresarial e Risco Absoluto versus Risco Relativo

Para entendermos melhor a cláusula de rateio, vamos falar antes o que são esses dois termos.

Todo seguro empresarial pode ser enquadrado como Risco Absoluto ou Relativo. Vai depender de como a seguradora deseja se expor ao risco. Isso porque, no Absoluto, não há penalização extra, ao contrário do Relativo. A maioria das seguradoras limita o seguro empresarial no Risco Absoluto a até R$ 2 milhões.

É necessário sempre verificar qual a regra antes de levar uma cotação para o cliente.

Quando o risco for enquadrado como Absoluto, significa que aquilo que for contratado de valor na básica (Incêndio, Raio, Explosão) será considerado para efeito de indenização, não importando o Valor em Risco total apurado.

Quando o seguro empresarial for enquadrado como Risco Relativo, é de suma importância notificar a seguradora sobre qual o Valor em Risco Total apurado, mesmo que na básica seja contratado um valor menor. Caso contrário, haverá cláusula de rateio e o segurado terá que participar com um valor extra no prejuízo, além da franquia já prevista.

Cláusula de Rateio no Risco Relativo do Seguro Empresarial

Como vimos acima, toda vez que o seguro estiver enquadrado como Risco Relativo poderá haver a cláusula de rateio. Isso acontece porque na hora do sinistro identifica-se que o valor informado para a seguradora é diferente do apurado pelo perito.

Veja um exemplo: se o valor em risco for de R$ 500 mil, mas foi informado para a seguradora somente R$ 300 mil e houve um incêndio na empresa, ocasionando uma perda de R$ 80.000, mesmo que na básica tenha sido contratado os 300 informados, haverá cláusula de rateio.

Nesse caso, a seguradora fará a seguinte conta para chegar ao valor da indenização: Indenização = (IS/VR) x Prejuízos.

Em nosso exemplo ficaria da seguinte forma: Indenização = (300/500) x 80. A indenização a ser paga no nosso exemplo hipotético seria de R$ 48.000 apenas.

É importante que o corretor perceba a importância de uma venda consultiva, caso contrário, haverá mais perdas para o cliente do que o previsto e a cobrança dessa situação recairá sobre o corretor também.

É só abordar para o segurado como se dará esse cenário quando estiver diante de um cliente que estiver enquadrado como Risco Relativo. Na pior das hipóteses, se o empresário não entender, tenha em mãos um documento que contenha essas informações ou simplesmente negue a realização do seguro.

Faça o download do Guia Definitivo para Corretores de Seguros e trabalhe a venda de seguro empresarial!

Posts Relacionados

Como melhorar as vendas de Seguro em tempos de pan...
views 301
Com os atuais temores que envolvem a crise do novo coronavírus, empreendedores dos mais diversos segmentos se perguntam sobre como melhorar as vendas...
Meu Seguro Novo: O Marketplace de seguros da Segfy
views 314
Com inovação em seu DNA, a Segfy dá mais um passo em direção ao futuro para proteger o futuro das pessoas e lança o seu marketplace de seguros. O Meu...
Seguro Viagem: quais os melhores momentos para ofe...
views 657
O seguro viagem é, definitivamente, um dos seguros que mais engrandecem a relação entre cliente e segurado, e você não deve deixar escapar a chance de...
Seguro Auto: coberturas importantes que os correto...
views 483
Uma das mais nobres funções de um corretor de seguros é prever aquilo que o segurado pensa que vai acontecer com ele e protegê-lo. Quando falamos de s...
Seguro para MEI: residencial ou empresarial?
views 455
Você abriu a sua corretora de seguros, atendeu ao círculo mais próximo de amigos e parentes e agora busca formas de aumentar as vendas e expandir sua ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *