0

Covid-19: atenção para as coberturas do seguro de vida

Se as coberturas de seguro de vida são fontes de discussões e eventuais dúvidas entre usuários e os próprios corretores, a atual pandemia do novo coronavírus fez com que os seus principais detalhes e aplicações tomassem o centro dos debates.

No segmento, até então, os casos de pandemia eram excludentes de responsabilidade civil – o que eliminaria a cobertura dos segurados afetados por condições como a da COVID-19.

Reconhecendo a gravidade da situação, porém, os representantes públicos e do próprio setor de seguros passaram a buscar por dispositivos legais que invalidassem essa lógica, dada a necessidade de amparo à população.

Para compreender melhor os resultados desse movimento, descubra como as coberturas de seguro de vida passaram a considerar os afetados pela pandemia.

Além disso, entenda como elas funcionam e saiba mais sobre a sua importância, a seguir.

As coberturas de seguro de vida incluem o coronavírus?

No dia 20 de maio de 2020, o Senado Federal aprovou um projeto de lei que inclui mortes causadas pelo novo coronavírus nas coberturas de seguro de vida. Com a nova regra, as operadoras serão obrigadas a pagar o valor previsto no seguro em até dez dias após a data de entrega de toda a documentação comprobatória.

Agora é vedado, tanto aos planos de saúde quanto aos seguros de vida, o cancelamento ou a suspensão de contratos por falta de pagamento ao longo de todo o estado de emergência de saúde pública.

Mesmo quando a apólice conta com restrições para esse tipo de caso, os seguradores não podem mais se isentar do pagamento dos seguros em mortes ocasionadas pela COVID-19.

Essa conquista é resultado não só do clamor popular em prol das famílias das vítimas da pandemia, mas do próprio segmento das seguradoras, que reconhecem que as antigas restrições para esses casos não condizem com a gravidade da atual situação.

Antes da aprovação do projeto de lei, a Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados e de Resseguros, de Capitalização, de Previdência Privada, das Empresas Corretoras de Seguros e de Resseguros (Fenacor) já tinha iniciado um movimento para estender as coberturas de seguro de vida aos casos de coronavírus.

Os principais representantes do mercado aderiram à campanha, mostrando o protagonismo das corretoras na proteção e amparo à população, principalmente em momentos de crise.

Agora que você já sabe que as coberturas de seguro de vida são válidas também para o novo coronavírus, descubra os principais aspectos sobre o seu funcionamento!  

Como vão funcionar as coberturas de seguro de vida nos casos de COVID-19?

Com as mudanças citadas acima, aqueles que já contavam com seguro de vida antes da pandemia ficam livres de carência sobre as coberturas ligadas ao coronavírus.

Já para os indivíduos que ainda pretendem contratar um plano, o mais indicado é levantar todas as condições junto às seguradoras ou corretores, já que os procedimentos em relação às carências são variáveis.

Em casos de mortes pela COVID-19, é papel da seguradora pagar a indenização estipulada em contrato às famílias e demais beneficiários previstos na apólice.

As despesas médicas e assistência funeral, por sua vez, não vale como itens obrigatórios, mas sim coberturas adicionais que podem ser incluídas no contrato, caso haja o interesse.

Com a importância de conhecer bem o acordo estabelecido junto aos corretores em mente, entenda porque contar com um bom seguro de vida no seu dia a dia!

Qual é a importância do seguro de vida na pandemia?

Oferecer um bom seguro de vida é indispensável para garantir mais tranquilidade e toda a segurança necessária aos seus clientes. 

Se antes esse tipo de cuidado já era importante, com a atual pandemia do coronavírus, ele representa uma necessária proteção ao seu cliente frente aos riscos e incertezas desse momento.

Nada vale mais para o segurado do que a certeza de que, mesmo se alguma fatalidade acontecer com ele, seus familiares conseguirão prosseguir com uma vida confortável e boas condições gerais.

Mais do que isso, dependendo do contrato que você oferecer, é possível garantir a saúde financeira mesmo durante tratamentos caros, ou ainda seguir com as atividades profissionais em situações de invalidez.Se você também acha que as coberturas de seguro de vida são fundamentais e gostou de conhecer os direitos dos segurados frente à COVID-19, continue de olho em nosso blog!

Posts Relacionados

Como adaptar sua corretora às novas tecnologias do...
views 872
Acreditar que as tecnologias ou as novas Insurtechs podem ser uma ameaça ao mercado de seguros é um grande mito que precisa ser desvendado. Ter medo d...
Como tirar Susep e se tornar um corretor de seguro...
views 8628
Você se interessou pelo mercado de seguros e decidiu que se tornar um corretor de seguros, mas e agora? O que fazer, como ser um corretor, por que é n...
Insurtechs: o que são e como elas estão mudando o ...
views 1200
Termos em inglês viraram moda e, muitas vezes, são usados para mascarar ações e empresas que sempre estiveram por aí mas com outro nome, porém, nem tu...
Quando notificar o segurado sobre o vencimento da ...
views 980
Você já ouviu a famosa frase: "Tempo é dinheiro"? Benjamin Franklin estava certo, inclusive a frase serve para o mercado de seguros de hoje! Está conf...
Análise do motivo de perda: O que é e como fazer n...
views 1772
Analisando todos os vendedores, é nítido a trajetória de erros. Mas algo que deve ser aprendido rapidamente é: "70% de todos os negócios devem ser gan...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *